ADRB y su historia de 46 años en el Brasil

El 25 de mayo de 1969, ciudadanos bolivianos y sus esposas, decidieron organizarse para mantener unida a la familia boliviana que desde la década del 40 comenzó a llegar São Paulo. Para More »

 

HISTORIA

ADRB foi fundada no dia 25 de maio de 1969, por um grupo de amigos bolivianos com o ímpeto de unificação de toda “colônia” boliviana residente em São Paulo, tendo como metas: o fomento e  difusão da cultura ; assistência socioeconômica; e pratica esportiva.

A necessidade de organização começou a partir dos anos 50 quando a migração boliviana tornou-se mais efetiva pelos tratados e convênios Brasil-Bolivia. Nos anos 60 a coletividade boliviana já se organizava em várias agremiações (clubes Esportivos) a fim de aglutinar todos, mantendo com isso a identidade cultural boliviana.

Nessa época destacou-se o Club Ollantay que sempre colaborava com todos os eventos desportivos incluindo neles atos cívicos para comemorações de datas celebres (Pátrias), inaugurando os eventos sociais e culturais. As atividades esportivas centravam-se em um campeonato de futebol (Campeonato Independência) do qual faziam parte o: Club Ollantay, Club Bolivar, Club Atletico Cochabamba, Club 6 de Agosto, Club Universitario, Club Tunari, Club Real Santa Cruz, Club Atletico Nacional, Club Pedro Domingo Murillo.

O vencedor desse campeonato era o que deveria organizar o próximo, foi então nesse contexto que no ano de 1969 formou-se o Iº Comitê Central Deportivo de Residentes Bolivianos, que passou fazer a convocatória de tal campeonato, e também, pleitear a necessidade de uma organização mais centralizada e direcionada foi a partir destes fatos que nasceu a ADRB com uma diretoria já definida, participaram desse ato:

– Reginaldo Ustariz
– Carlos Camacho
– Maximo Ovando
– Walter Castro Poppe
– Ricardo Castellón
– Martiniano Ninavia
– Simon Yañes
– Freddy Orellana
– Raul Unzueta
– Jorge Maldonado
– Ernesto Maldonado
– Enrique Espinoza
– Enrique Peñaloza
– Esteban Caballero
– Abel Castellón
– Raimundo Castellón
– Eduardo Arze
– Luis Saracho
– Abel Del Rio

Alguns fazendo parte da diretoria outros com delegados dos clubes participantes.

Nos anos seguintes a ADRB foi caminhando sozinha sempre contando com a ajuda e respaldo de colaboradores fiéis a causa, unificação e crescimento através do esporte, visto que o esporte era a atividade principal, sempre foram realizadas atividades com o objetivo da compra de uma sede própria, maior divulgação e campanhas para atrair associados.

Foram organizadas muitas festas solenes e memoráveis que ficaram na lembrança de muitas pessoas. A partir da presidência do Sr. Luis Saracho (1979-1980) com o movimento do Grupo Renovador a ADRB teve a legalização burocrática perante as leis brasileiras; a criação do jornal “LA PUERTA DEL SOL” veículo de comunicação e intercâmbio com todos os residentes; participação numerosa e representativa nas Olimpíadas dos Imigrantes que se realizava anualmente no mês de junho no Ginásio e na Bienal do Ibirapuera.

Com o passar dos anos, seguindo com os mesmos anseios a ADRB foi caminhando com dificuldades e outras associações foram surgindo, mas mesmo assim com empenho de alguns diretores a ADRB conseguiu comprar uma casa na gestão do Sr. Jaime Camacho (1987-1988); casa essa que tornou-se sede no ano de 1993 na gestão do Sr. Gabriel Lazcano Alcalá (1993-1994), que realizou a I ª Semana da ADRB, Peñas Folclóricas (Peña en Casa), amostras do Cinema Boliviano em São Paulo, trabalhou em paralelo com o Memorial da América Latina e com o Consulado Boliviano, visto que nessa época (tanto como atualmente) havia necessidade de aquisição de um espaço grande (área aberta) para levar toda a coletividade pois aa manifestações culturais e as modalidades esportivas exigiam; contudo isso não foi ainda alcançado……..porque a partir da gestão do Sr. Gil Teodoro Morales (2001-2002) houve uma mudança de objetivo e metas de trabalho, direcionando-se a área de assistência medico – odontológica.